Um vazamento de resultado químico “extremamente perigoso” ocorreu em uma fábrica em Lake Charles, Louisiana, supostamente, e violou uma estrada principal.

O furacão Laura afundou em uma tempestade de categoria 4 antes de tombar na Louisiana na quinta-feira.

Acredita-se que o vazamento tenha ocorrido pela I-10, a estrada de cruzeiros que conecta os estados do sul da Flórida à Califórnia.

O caçador de tempestades Jeff Piotrowski postou no Twitter: “Um vazamento químico no lado sul da I-10, na troço oeste do lago a oeste do Lago Charles. O 911 está cônscio de que está sobrecarregado.”

O meteorologista da Fox, Brad Sowder, twittou que esta era uma “situação extremamente perigosa”.

Você pode ver uma nuvem sobre uma vegetal no vídeo e nas imagens postadas nas redes sociais.

O furacão Laura caiu na costa do Golfo na madrugada desta quinta-feira, com ventos sustentados de 150 mph, depois que autoridades alertaram que causaria uma tempestade “intransponível” de até 20 metros.

As autoridades pediram aos residentes do litoral que evacuassem, mas nem todos o fizeram antes que os ventos começassem a soprar árvores e milhares de casas e empresas perdessem força. Até agora, foi relatada uma fatalidade.

O National Hurricane Center disse que nas últimas 24 horas a tempestade aumentou quase 87 por cento em potência, intensificando-se rapidamente em um evento “extremamente perigoso”.

Autoridades disseram que ele estava a caminho de atingir a terreno na maré subida uma vez que o furacão mais poderoso a guerrear os Estados Unidos até agora neste ano e possivelmente o mais possante que a Louisiana já atingiu.

As ordens de evacuação foram no Texas e na Louisiana para tapume de 500.000 pessoas, enquanto os ônibus residentes da Louisiana oeste se dirigiam para novidade Orleans, na rota oriental do furacão.

Este item foi reescrito, traduzido de uma publicação em inglês. Clique cá para acessar a material original (em inglês)!