Incêndios estão ocorrendo na maior floresta tropical do mundo, enquanto agricultores, grileiros e madeireiros queimam árvores e limpam terras para plantar ou pastar. De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais do Brasil, o número de incêndios detectados por satélite na região amazônica este mês é o mais alto desde 2010. Devido à pressão internacional e a um clamor global pela destruição de um recurso vital na luta contra as mudanças climáticas, o presidente Jair Bolsonaro autorizou o envio das forças armadas do Brasil para ajudar a combater as chamas, com um avião de guerra despejando água em áreas em chamas da Amazônia. Críticos dizem que o grande número de incêndios neste ano foi atiçado pelo incentivo de Bolsonaro a agricultores, madeireiros e pecuaristas para acelerar os esforços para remover a floresta

Esta matéria foi traduzida do site original.