P. dispendioso Umbra,

Se eu gastasse US $ 1.000 por ano investindo em ajudar o meio envolvente, o que me renderia mais?

– Melhor esforço para reduzir a pausa com o estresse

UMA. dispendioso BEZOS,

Não importa o que inspira você a abrir seu coração e seu portfólio: um ano universalmente reptador, uma eleição vernáculo profundamente estressante ou uma temporada de férias iminente em que precisaremos de alguma forma de conexão humana; realmente não há tempo porquê o presente para tentar tornar a vida das outras pessoas um pouco mais fácil.

E, em face de uma urgência avassaladora que pode fomentar uma pandemia ou uma crise política, pode ser reconfortante submergir no que podemos controlar: nossas próprias ações ou, pelo menos, nossos próprios fundos. É verdade que a melhor maneira de abordar o nosso planeta em chamas é por meio dos movimentos sociais ou do progresso legislativo, mas esses processos parecem tão insuportavelmente lentos que é procedente querer. alguma coisa dentro de seu próprio poder. Isso não significa que você é o único que vai resolver as mudanças climáticas (e francamente a ação climática não deve ser tão focada em você em primeiro lugar), mas é o que é e cá estamos.

Sua pergunta é sobre um noção popular em círculos filantrópicos chamado “altruísmo efetivo”, que analisa porquê você pode doar quantia estrategicamente para aproveitá-lo ao sumo. Existem várias formas de competir para fazer esse operação, mas geralmente leva em consideração fatores porquê: as causas encontradas nesta crise são as mais ignoradas e as mais urgentes; quais ações têm o maior poder de impulsionar a mudança; e quais organizações serão capazes de fazer mais com menos recursos?

O altruísmo eficiente é geralmente aplicado com o objetivo de melhorar o muito-estar humano, levando os altruístas a investir em medidas em obséquio da saúde ou contra a pobreza, ou ambos. Mas a estratégia também ganhou impulso em ambientes ambientais e climáticos, pois há uma opulência de dados falando sobre a eficiência de várias soluções para a crise de emissões. Layout do projeto, por exemplo, explica quantas práticas irão reduzir as emissões de carbono. I Taylor Sloane, da AES Corporation pegou esta informação e classificou as práticas mais econômicas de convénio com seu dispêndio, com algumas desvantagens, é preciso expressar, pois a estimativa de dispêndio não leva em consideração quanta receita ou receita cada mediação pode gerar.

O operação de Sloane dá pontos de subida eficiência de dispêndio para os seguintes investimentos: estratégias de gestão do uso da terreno, porquê reflorestamento e cultura de sequestro de carbono; saúde reprodutiva e programas de instrução para mulheres e meninas; e esforços para reduzir o desperdício de vitualhas. Mas, porquê mencionei, qualquer operação altruísta requer que você tente quantificar os custos e benefícios de um pouco tão vasto porquê educar meninas em todo o mundo. E, é simples, a opinião de especialistas varia quanto ao melhor investimento para seu quantia de humanitarismo.

Alguns proponentes argumentam que, porquê a pobreza é um fator importante na vulnerabilidade de uma pessoa às mudanças climáticas, a maneira mais eficiente de reduzir o sofrimento climatológico é transferir quantia de quem tem para quem tem muito pouco. . Esses fundos ajudariam aqueles que mais correm o risco de destruir a vida devido a furacões, tufões, secas ou incêndios. Mas as intervenções do quantia para a crise não tratam das raízes sistêmicas e globais da mudança climática, que os cientistas dizem ser necessárias para evitar que a crise piore.

Nesta nota, Hauke ​​Hillebrandt, fundador da organização do altruísmo efetivo Nós financiamos, investiu horas intermináveis ​​na classificação das soluções climáticas de maior valor financeiro. Ele concluiu que o melhor uso ecológico de seus fundos é doá-los a uma organização internacional especializada em resguardo da vigor limpa, que também decidiu estar melhor posicionada para influenciar as políticas quando necessário. vigor limpa, ele determinou, é uma premência climática particularmente urgente e precisa de legislação para apoiá-la e impulsioná-la.

Eu perguntei a ele porquê as possíveis soluções climáticas pesam quando há tanta incerteza sobre o impacto porvir que resultaria de cada estratégia. “Em princípio, isso não está fora do domínio da pesquisa empírica”, disse Hillebrandt. “Mesmo fazendo suposições muito conservadoras sobre a seriedade dos custos econômicos das mudanças climáticas, você pode mandar se [policy-level change] pode ser muito melhor ou até pior do que ajudar as pessoas agora. “

No final, ele disse, estratégias de restringido e longo prazo são necessárias para prevenir o sofrimento humano porvir. E isso significa que até mesmo os altruístas preocupados com a eficiência precisam ocasionalmente fazer um vistoria intestinal além de olhar para os números. “Talvez haja um pouco a ser dito sobre o investimento na mitigação do clima ou para contribuir para as causas das mudanças climáticas com base em argumentos qualitativos”, acrescentou Hillebrandt, essencialmente aceitando a verdade simples de que bombear muito a atmosfera da terreno de carbono suplementar até que ele deixe de ser habitável para a vida humana é um pouco que objetivamente não deveria ocorrer.

aliás, se você medir as intervenções climáticas por sua eficiência absoluta, há potencial para desvios. Lembre-se da geoengenharia: existe um argumento altruísta eficiente que eliminaria a possibilidade de uma catástrofe climática pior. Mas ao mesmo tempo, não está simples qual pode ser a consequência das práticas de geoengenharia, e também pode desencorajar a atenção a mudanças sistêmicas muito mais proativas.

Mas BEZOS, deixe-me enfatizar que sua mentalidade generosa é magnificente, e espero não ter posposto seus desejos de doação. Lembre-se de que há complicações quando se trata de priorizar a eficiência em relação a tudo para o qual você direciona seu quantia para a humanitarismo. Assim porquê faria com qualquer outra compra, faça um pouco de diligência e analise as organizações e as causas, mas também reconheça que focar muito firmemente em uma única solução pode não ser o melhor caminho a seguir. porquê todos os consultores financeiros da história já disseram antes, é verosímil pense em variar. Se você vê suas doações de humanitarismo porquê um investimento para tornar o mundo um lugar melhor, misture-as, pequena!

Última reparo antes de encetar a preencher os cheques: espero que você não faça isso somente por culpa. Não assuma a responsabilidade exclusiva de consertar porquê o mundo fode; você tem um, porquê uma pessoa que vive neste mundo, mas nem tudo é seu. Faz o que podes.

Generosamente,

Sombra

Este item foi reescrito, traduzido de uma publicação em inglês. Clique cá para acessar a material original (em inglês)!